Apresentação

  • O Núcleo de Estudos das Américas – NUCLEAS - Foi criado em 2004 pelos professores Procientistas da Área de História das Américas do Departamento de História da UERJ, Maria Teresa Toribio Brittes Lemos e Paulo Roberto Gomes Seda.

     

    O NUCLEAS atua em parceria Faculdade de Direito e Ciências Econômicas, convênios com universidades brasileiras (UFES, UFSM, UESB) e estrangeiras (Universidade de Varsóvia, TEC  Monterrey (México), UNA (Costa Rica), San Petersburg (Rússia) e Academia de Ciências de Moscou,através de Congressos e Fóruns. 

     

    Filiado  às Redes: Internacional de Estudos do Programa América Latina (CESLA),AHILA, PAN AMERICANA e  REDIAL. Publica  Revista Latinidade impressa e online. 

     

    Possui projetos que vinculam-se às Linhas de Pesquisa  Politica e Cultura, Sociedade e Cultura, Economia e Integração e   Direito  das Cidades. Possui Grupos de Trabalho: Cultura e Cosmovisão; Pensamento Latinoamericanos; Economia, Integração e Relações Internacionais; Sociedade e Saúde; Cinema e História.

     

    Leia mais...
apre
apre2
apre3
apre4

Publicações

Revista "Das Américas"

Convocatória - V Congresso Internacional


CONVOCATÓRIA

V Congresso Internacional do Núcleo de Estudos das Américas

 

TEMA CENTRAL

Américas

Processos Civilizatórios e crises do Capitalismo contemporâneo

Mudanças Globais - Politica –economia – sociedade- imigração

 

Período: 17 a 21 de outubro de 2016

Local: Campus da UERJ - Maracanã

 

O Comitê Organizador convida professores, alunos e comunidade para participarem do V Congresso Internacional do NUCLEAS  que será realizado no Campus da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) no período de 17 a 21 de outubro, no horário de 9.00 às 20.00 horas. A Universidade oferece seus  espaços acadêmicos para a apresentação de  Comunicações, Pesquisas e outros trabalhos acadêmicos, visando a ampliar os debates, discussões e   diálogos que contribuam para o fortalecimento da cidadania, da liberdade de expressão, tolerância e solidariedade entre as diversas culturas.

O V Congresso Internacional do Núcleo de Estudos das Américas visa a reunir a comunidade acadêmica brasileira e estrangeira para discutir questões relevantes sobre os processos sociais, econômicos, políticos e culturais das Américas. Pretende também ampliar os estudos sobre Pluriculturalidade, Etnicidade, Religião e Cosmovisões, além de fortalecer os estudos sobre as identidades locais, regionais e nacionais.

 

Temas

  • Processos migratórios e Identidades
  • Globalização e processos de integração
  • Politicas Internacionais – Refugiados e Imigração
  • Políticas públicas e desenvolvimento socioeconômico
  • Sociedades Pluriculturais, Etnicidade e Identidade.
  • América Antiga - identidade, representações culturais e historiografia.
  • Estado, Poder e Movimentos Sociais.
  • Religiões, Religiosidade, Mitos e  Cosmovisões.
  • Gênero e identidade - igualdade e diferenças
  • Educação – Ética e Políticas Públicas.
  • Direitos Humanos - Questões Trabalhistas e Políticas
  • Direitos Humanos, Familia, Cidadania e Justiça Social
  • Direitos Sociais e Ambientais.
  • Cidadania e Políticas Afirmativas.
  • Relações Internacionais – América Latina- Europa, EUA, África e Ásia
  • Centroamérica e Caribe – Expressões Culturais  ( Cultura, Religião e Mitos)
  • Pensamento Centroamericano  e Caribenho – séculos XIX/XXI
  • América Andina – Politica, Sociedade,  Economia e Cultura.
  •  Revoluções Populares e mitos revolucionários na América Latina.
  • As Independências  na América .
  • Saúde, Políticas Públicas e Medicina Tradicional.
  • América Latina e os conflitos mundiais – séculos XX e XXI.
  • Cultura- Tradição e Modernidade
  • America Indígena – conceito, cultura e situação atual.
  • Movimentos Indígenas Contemporâneos – Terra e Cidadania
  • Indigenismo e Política Nacional.
  • Meio Ambiente  e Equilíbrio Mundial.
  • Meio Ambiente, Questões Hídricas e Desertificação.
  • Ciência, Tecnologia  e Artes – séculos XX/XXI.
  • Segurança e Defesa nas Américas
  • Fronteiras Latinoamericanas: defesa e conflitos

 

Informações e inscrições:

Profa. Elizabeth Nazareth ou Prof. Paulo Roberto dos Santos:  e-mail: congressonucleas@gmail.com

 

Consultas dirigir-se a Coordenação Geral do V Congresso Internacional do NUCLEAS : Tel/Fax: (55-21) 2334-0157 ou pelo e-mail: congressonucleas@gmail.com 

 

 

Atenciosamente,

Profa. Maria Teresa Toribio Brittes Lemos

Alexis T.Dantas

Presidente do Comitê  Organizador

 

 

XVII Encontro de História da Anpuh-Rio

XVII Encontro de História da Anpuh-Rio

8 a 11 de agosto – Nova Iguaçu


http://www.rj.anpuh.org/

 

010. Brasil - Deslocamentos populacionais : imigrantes sulamericanos, caribenhos e refugiados europeus (sec.XX/XXI)

Coordenadores: MARIA TERESA TORIBIO BRITTES LEMOS (Pós-doutor(a) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro)

Apresentação: A presença de populações estrangeiras no Brasil, atraídas pelo desenvolvimento industrial do país no Brasil é significativa. Desde o século passado, imigrantes sulamericanos e caribenhos têm procurado estados brasileiros, desde o Norte do pais ao Sudeste. Atualmente refugiados sírios fazem parte desses deslocamentos populacionais contemporâneos. Em sua maioria, os deslocamentos devem-se à instabilidade econômica, conflitos políticos, miséria, diferenças sociais e perseguições políticas, exceto grupos de estudantes e profissionais liberais atraídos pelos acordos políticos entre o Brasil e seus países. O Simpósio Brasil - Deslocamentos populacionais: imigrantes sulamericanos, caribenhos e refugiados (séc. XX/XXI) pretende historicizar aqueles deslocamentos e analisar as conjunturas históricas latinoamericanas a fim de identificar os problemas político-sociais que forçaram aquelas populações despossuídas a procurar novos locais para trabalhar e viver. Visa, também, a assinalar as dificuldades que esses imigrantes enfrentam para se instalar nos novos territórios, sofrendo toda sorte de discriminações, preconceitos, sentimento de xenofobia, indiferença dos governos, além das questões interculturais fundamentais como marcas culturais, memória coletiva, práticas e permanências culturais contribuições essenciais para a construção das novas identidades nos países em que chegam.

Justificativa: A proposta do Simpósio Brasil - Deslocamentos populacionais : imigrantes sulamericanos, caribenhos e refugiados europeus (sec.XX/XXI) atende às Linhas de Pesquisas do NUCLEAS e PPGH/UERJ, além dos estudiosos em Imigração no Brasil.Trata-se de tema atual que domina as discussões acadêmicas, mídia e sociedade brasileira.
Desde o final do século XIX, povos sulamericanos, especialmente os que vivem nas fronteiras, deslocam-se para áreas brasileiras e vice-versa. É grande o número de brasileiros que atravessam as fronteiras e se estabelecem em terras vizinhas. Essas facilidades devem-se ao caráter simbólico das fronteiras e à efetiva ausência de controle desde os tempos coloniais. A movimentação de entrada e saída de brasileiros e estrangeiros nas áreas fronteiriças, mesclando línguas e costumes, faz parte da vida cotidiana daqueles povos.

Curso de Imersão na Cultura Amazônica